Loading...

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Reflexões Iniciais

   Nossa sociedade vem buscando novos horizontes e desafios em busca de conhecimento,o que se faz necessário para atender os anseios de um mercado de trabalho cada vez mais exigente.
Em consequência dessa mudança, a escola não pode ficar submissa e é preciso investir no conhecimento tecnológico,o tornando acessível a uma classe menos seletiva, tornando essa prática como principal fonte de conhecimentos em muitos âmbitos.
Formar cidadãos para uma sociedade aberta e democrática é necessário dotá-los de capacidade de aprendizagem,de modo que lhes permitam utilizar estratégicamente, meios de informação que possa fluir de maneira caótica em espaços sociais, o conhecimento verdadeiro, e em saber ordenado.
Com a globalização, nossa cultura de aprendizagem vem sofrendo mudanças mais profundas. Vivemos na era da incerteza,na qual, mais do que aprender verdades estabelecidas e indiscutíveis, é necessário aprender a conviver com a diversidade de perspectivas e interpretações de todo tipo de informação. No rítmo dessa mudança tecnológica e científica em que vivemos, o sistema educacional vem sentindo a necessidade de passar por uma reformulação para não formar futuros cidadãos com conhecimentos específicos, mas para formar futuros cidadãos que sejam capazes de enfrentar novas e imprevisíveis demandas.
Portanto para que essa mudança ocorra, é preciso mudar as formas de ensino dos professores, adequando um novo perfil de aluno e professor. Embora se diga que vivemos numa sociedade de  conhecimentos,  acesso a esse conhecimento ainda é restrito devido às crises vividas por nossos sistemas educacionais que tem como consequência, demandas cada vez maiores na alfabetização.
O uso do computador, como apoio na aprendizagem deve ser de feito de forma significativa para o aluno,afim de utilizarem esse recurso no sentido de desenvolverem sua capacidade de produzir conhecimentos,socializar informaçoes,desenvolvendo seu cognitivo e melhorando a qualidade das aulas e do ensino-aprendizagem.

Nenhum comentário: